Fantasmas²

Aqui estou eu novamente com mais uma matéria sobre fantasmas. Eu adorei fazer a ultima postagem e então resolvi fazer outra com muito mais mistérios e novas aparições. Divirtam-se.

Uma aparicão entre as árvores!

Foto e bastante antiga, da época do preto e branco.
A moça estava sozinha quando a foto foi tirada, e ao ser revelada saiu um rapaz no meio das árvores...

olhem na cerca ao fundo
Reparem no zoom da foto



Um Fantasma na Igreja


Esta fotografia foi tirada em 1999 no interior da igreja Sefton em Merseyside na Inglaterra, ao norte de Liverpool. Iniciada a sua construção no final do século 12, ela foi terminada apenas no início do século 16, sendo portanto uma igreja bastante antiga e certamente cheia de história. Naquele dia apenas se encontravam duas pessoas na igreja quando a fotografia foi tirada, o próprio fotógrafo que a tirou e um outro fotógrafo. Os dois afirmam não ter visto mais ninguém na igreja naquela altura, não se fotografaram um ao outro nem tampouco viram a figura escura que aparece ao centro na fotografia. Um caso curioso é que várias pessoas afirmam que um bar junto à igreja é assombrado há vários anos pelo fantasma de um homem que aparece vestido com uma gabardine azul.


Fantasma de mulher em 1929
RELATO: "Essa foto foi publicada nos jornais locais em 1929. Tanto quanto sei, ela não causou tanto rebuliço naquele momento. Estou agora residindo no Reino Unido e realmente achei necessário que vocês vissem isso. Pessoalmente, penso que é verdadeiro e, provavelmente, uma das melhores que já vi para a comprovação da existência de vida após a morte.A foto foi tirada no que era então chamado Fanham Wood Mill no início de Janeiro de 1929, pelos construtores com a ajuda de Robert D. Walsh. O Sr. Walsh estava reformando a escadaria interior e precisava de uma ajuda fotográfica para medir a madeira necessária para o projeto (madeira já era cara mesmo na época).O Sr. Walsh não viu nada, exceto a escadaria e a madeira articulada ao telhado, embora tenha tirado a fotografia, e ele jura que ninguém a não ser ele próprio e seu cão estavam presentes. No entanto o Sr. Walsh percebeu que o seu cão estava "diferente" naquela tarde, mas ele só pensava que era porque ele estava em um lugar estranho (Nota: o Sr. Walsh não disse com exatidão o que significa essa referência o que ele quis dizer com «diferente."). Sr. Walsh confirmou o que disse várias semanas mais tarde, e reafirmou que ele não viu ou ouviu alguma coisa incomum em nada. A fotografia foi dado a nós pela bisneta do Sr. Walsh que deseja permanecer anônima. O Sr. Walsh morreu em Novembro de 1943, tendo juramentado muitas vezes para a autenticidade da foto. "




O que acharam?

Bjuss

Katherine

0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos