Lendas Macabras²

Eu sei que eu demorei um pouco para postar o vencedor da enquete mais era porque eu tinha que pensar em outro assunto para fazer e olhando os comentarios da minha antiga postagem o que algumas pessoas citaram foi o jogo do copo
Então o assunto do post de hoje são: Os Jogos

A lenda sobre os jogos do copo, compasso, caneta são bem macabras porque coisas estranhas ou não acontecem com as pessoas durante ou após o jogo.






Brincadeira do Compasso:


Na Internet:
Uma prática perigosa virou febre nas escolas e nos sites de relacionamento na Internet. A brincadeira do compasso, variante do copo, em que um grupo de adolecentes se reúne, geralmente nos intervalos entre as aulas, para obter respostas ‘do além’, vem motivando vídeos, fóruns de discussão

no Orkut, blogs e MSN. Uma comunidade do Orkut — ‘Eu já joguei jogo do compasso’ — tem 1.356 membros. No Youtube, apenas dois vídeos já fizeram mais de 1 milhão de exibições.

Na Escola:
A estudante Gisele, 19 anos, participou do jogo durante dois anos. “Jogava todos os dias, na escola e em casa. Não conseguia parar. É um vício”, conta ela, que deixou de brincar depois que passou a
ter alucinações. “Via vultos, escutava passos. Na escola, o compasso se mexia entre o A e o H como se estivesse rindo e as luzes das salas se apagavam. Fiquei muito perturbada”, diz.
Com uma folha de papel, os adolescentes desenham um círculo grande e nele as letras de A a Z, os números de 1 a 12, e as palavras ‘sim’ e ‘não’. Um dos jovens apoia o compasso como se fosse usá-lo e os demais fazem perguntas. Em um vídeo na Internet, uma adolescente começa a passar mal quando o instrumento se mexe em direção às letras. Pelas regras, só se pode deixar o jogo se o compasso parar
no ‘sim’. Muitos esperam horas até obter ‘permissão’.


Jogo do Copo:
Um simples e aparentemente inofensivo jogo, em que em cima de uma mesa é colocado um copo, à
volta do qual se forma um círculo com as várias letras do abecedário, para que o copo alegadamente por si só se possa dirigir às letras e formar palavras em resposta às perguntas feitas pelos jogadores, está a deixar os praticantes, na maioria jovens, bastante transtornados, ao ponto de tentarem suicidar-se ou terem de recorrer a psiquiatras. À partida parece absurdo a uma pessoa comum que um copo virado para baixo, apenas com a ajuda da energia de cada um, colocando o dedo indicador na borda, se possa deslocar sozinho na direcção das letras e formar frases que supostamente seriam as respostas às perguntas feitas, mas é isso mesmo que acreditam os jovens que praticam o chamado “jogo do copo”. Para os leigos, o “jogo do copo” passa a ser muito curioso, porque sentem a oportunidade de ter uma prova da existência de espíritos e de poder comunicar com eles.

Jogo da Caneta:
Este jogo também não é conhecido pelo Brasil. É uma versão "aperfeiçoada" do jogo do copo. O procedimento do jogo é basicamente o mesmo.
O jogo começa quando alguem  escreve o alfabeto todo, os números e as palavras num papel e acrescentam as palavras"entrada" e "saída" junto das demais letras do alfabeto. As palavras "entrada" e "saída" ficam uma oposta à outra, ou seja, uma de um lado do círculo dos papeizinhos, e a outra no lado oposto. No jogo da caneta, é necessário que se reze apenas um Pai-nosso e uma ave-maria. Feito isso, o principal jogador deve colocar a caneta no centro da mesa e colocar o seu dedo indicador no topo dela, fazendo com que ela não caia. Aí é só aguardar o espírito chegar e fazer as perguntas à ele. Se por acaso a caneta cair, todos os jogadores devem fazer imediatamente o sinal da cruz.
Depois do jogo, quebre a caneta e jogue-a num lugar distante da sua casa!!

Minha opinião:
Eu nunca brinquei e nem pretendo brincar com nenhum desses jogos mais quem já brincou algumas vezes as consequências são horríveis porque algumas das vezes o espirito não deixa você ir embora e você fica preso a ele. A Verdade é que em algumas vezes não são fantasmas e sim demônios que estão esperando uma brecha para se comunicar com o mundo humano e esses jogos são as brechas. Tem
relatos de pessoas que já jogaram e vamos dizer que os resultados não são nada bons e tem alguns que não acontece nada por pura sorte, e tem outros que acontece coisas horríveis alguns escapam e
outros não.
Para alertarem vocês sobre esses tipos de jogos de todos os relatos horripilantes que eu já li esse foi um dos mais horríveis, é meio grandinho mais é bem intereçante:

Isso aconteceu quando tinha 12 anos de idade.Todo mundo sabe que na escola as crianças aprendem de tudo. No ano de 1998, eu e minhas irmãs ficamos viciadas no Jogo do Copo, também conhecido como Tabuleiro. Tudo começou com alguns colegas das minhas irmãs que já estavam praticando a brincadeira há dias e as chamou para participar. Os dias foram se passando e minhas
irmãs estavam cada vez mais viciadas nesse Jogo demoníaco.
No início era tudo muito legal, espíritos se apresentavam como nossos parentes e nos falavam tudo o que a gente mais desejava saber, como com quem iríamos nos casar, ou o que iria acontecer no dia seguinte etc. Nisso, a gente estava praticando duas vezes na semana, no final da tarde, sem nossas
mães saberem o que estávamos fazendo.
Minha mãe, do nada, começou a frequentar uma igreja evangélica e para não ir só me levava junto com ela. Nisso eu indo com ela à igreja, estava começando a sentir que aquela brincadeira não era uma coisa boa. Até que um dia a melhor amiga da minha irmã disse do nada que não iria mais participar do jogo por que ela disse que tinha algo estranho, e que estava começando a sentir que não era de Deus e começou a discussão entre elas na sala de estar da minha casa, com a vela posta em cima do copo e todas as janelas e portas fechadas.
Daí, essa amiga da minha irmã simplesmente saiu e foi embora. Detalhe: A brincadeira só funcionava se tivesse um médium na mesa, fora isso o copo nem poderia sair do lugar onde estava posto, e essa amiga da minha irmã era a médium da mesa. Foi então que começou a discussão. Como poderia a brincadeira funcionar se ela tinha desistido de participar? Foi então que elas, já de tanto pensar e viciadas nesse jogo horrível, olharam para mim e tiveram a infeliz idéia de testar se eu era a médium da mesa. Nunca me esquecerei, lembro-me como se fosse hoje, ao por o dedo no copo minhas irmãs juntas com as amigas delas perguntaram: "Espírito de luz, você está aí?"  O copo se moveu vagarosamente para a palavra Sim que estava escrito na mesa. Elas novamente perguntaram:"Espírito de Luz, quem é a médium da mesa?" Aí ele vagarosamente foi para as letras que estavam escritas na mesa  e "escreveu" o meu nome. No momento o medo foi tão grande que minhas mãos ficaram dormentes e comecei a sentir febre. Daí em diante viciei junto com minhas irmãs, e em vez de fazer o jogo uma ou duas vezes na semana, passamos a fazer todo dia no final da
tarde...
Minha mãe descobriu que a gente estava fazendo isso e começou a nos proibir de fazer o jogo, até pelo fato de ela já estar frequentando uma igreja. Ela sempre dizia que o jogo era do demônio, mas mesmo assim, eu estando indo junto com ela para a igreja evangélica, não me importava e continuava praticando o jogo. Até que um dia fomos fazer o jogo na casa de uma colega da minha irmã mais velha, pois nossa mãe estava sempre no pé e vigiando a gente para ver se estávamos fazendo o jogo. Fomos escondidas para a casa dessa colega e fechamos todas as portas e janelas. Eu, muito corajosa, fui a primeira a ajeitar as letras na mesa...
Ao iniciar o jogo, a primeira coisa que o espírito disse foi: "Eu quero que a Nayla saia da mesa, ela e a colega dela". Eu fiquei frustrada. Por que ele não me queria na mesa? Birrei e continuei sentada... Novamente ele pediu, só que dessa vez o copo se moveu com mais rapidez e pediu: "Nayla, saia da mesa". Minhas irmãs já impacientes, brigaram comigo e tive que sair da mesa, eu e uma colega minha que de vez em quando ia à igreja comigo junto com minha mãe. Mas como sempre fui curiosa, saí da sala mas fiquei curiando pela brecha da porta. Até que o mais terrível aconteceu....
Uma amiga da minha irmã pediu para o espírito se ela poderia fazer uma pergunta a ele só de mente, pois ela disse que não queria que as pessoas da mesa soubessem o que ela iria perguntar a ele, e assim foi feito. Ele a concedeu e ela fez a pergunta. Ficou-se um tempo em silêncio, aí ela disse: "Pronto. Já
perguntei."
Ele respondeu: "Pergunte novamente. Não entendi." Então ela repetiu a pergunta e nada, o copo parou de se mover e ficou parado. Até que ela, já irritada, perguntou: "Quem está aí?" Foi então que o copo foi para as letras e todas as meninas soletraram as letras, e escreveu o seguinte:SATANÁS.
Ainda me recordo do desespero de minha irmã mais velha gritando de medo, e ele continuou dizendo: "Vocês são umas tolas. Acharam mesmo que eram parentes de vocês que estavam falando com vocês? Não era não, era eu o tempo todo." E nisso o copo começou a girar tão forte na mesa que em vez delas segurarem o copo, elas estavam colocando as mãos no canto da mesa para que o copo não caísse não chão. Enquanto umas choravam de medo, outras rezavam o Pai Nosso. Daí o copo parou de girar e novamente elas soletraram: "Não adianta rezar por que eu não vou embora, vou tirar a vida de vocês, não ficará uma sequer viva nesta sala". Foi então que eu me juntei à elas na mesa. Não me pergunte como tive essa coragem, mas fui porque não aguentava mais ver minhas irmãs gritando de pavor e
soluçando de tanto chorar.
Rezamos de mãos dadas, todas nós juntas. Lembrando que isso começou às 16:00hs da tarde, e depois de muita luta, ele foi embora no horário das 19:30hs. Depois disso, minhas duas irmãs apanharam do meu pai, e eu passei a frequentar cada vez mais a igreja, na qual hoje sou evangélica.
 
OBS.: Quero pedir a todos que não tentem fazer esse jogo. Ele é demoníaco. Se conhecerem alguém que esteja fazendo avisem para não o fazer. Hoje minhas duas irmãs mal falam disso, elas carregam um trauma muito grande e não suportam nem ouvir relatos parecidos.
Assustador, não?
Jogo do copo, Jogo da Caneta, Jogo do Compasso todos eles tem o mesmo propósito e todos acontecem coisas ruins.
Bjuss

Katherine

12 comentários:

  1. Sou totalmente contra isso , quem faz isso são pessoas futeis que não tem o que fazer. Alem de que é super perigoso ..Alguns dizem ter contaro com pessoas do bem que reposnde perguntas e tals, mais isso é mentira !pois esprito do bem não fica vagando pela terra pra responder perguntas bestas como "se ele gosta de mim"..Não tem nada haver ...Gente não faça isso em casa se nãooo srsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Concordo Amandha eu tambem sou totalmente contra pois esses jogos não tem finalidade e as pessoas que jogam esses jogos na maioria das vezes acontece algo ruim.

    Bjuss Amandha

    Katherine

    ResponderExcluir
  3. Oi. Esse post me deu ate arrepio. Confesso que eu já brinquei disso, da do compasso, por falta do que fazer mesmo, eu assumo. Mas não faço mais, e foi apenas uma vez.
    Concordo com o que a Amandha disse, espiritos bons não ficam na Terra, e tipo, os que ficam é para atazanar e fazer algo ruim!
    Mas eu adoro esse post sobrenaturais =D

    PS: Achei esse blog esses tempo, to adorando.

    Beijoo :*

    ResponderExcluir
  4. Achei interessante katherine. Peço por favor se tem como me esclarecer um acontecimento estranho em minha vida após o falecimento de minha esposa no ano de 2008.Se tiver interesse, valegel@ibest.com.br
    Obrigado!!

    ResponderExcluir
  5. Olá sou espírita Kardecista e sendo espírita creio que estou na obrigação de orientar as outras pessoas que tem pouco conhecimento em tal assunto.
    O Jogo do Compasso pode sintonizar com espíritos levianos de baixa evolução, que só estão ali para brincar, zoar, zombar, raramente irão encontrar espíritos bons em jogos como este pois os espíritos bons não perdem seu tempo com esse tipo de coisa, e não ouça pessoas retardadas dizendo: "Se você jogar uma maldição cairá em cima de você", manda essa pessoa que disse isso cala a boca rs, mas voltando para o sério, nunca joguei mas não recomendo pois entrar em sintonização com esses tipos de espíritos abalam a aura e magnetismo do corpo físico e espiritual, tirando o fato que o espírito leviano pode não ir embora e ficar te perseguindo mesmo depois do jogo ter acabado.

    Abraço Fraterno a todos, Lucas

    ResponderExcluir
  6. Bem, apos ler isto fiquei toda a tremer. Cada vez mais acredito q esses espiritos existem, apenas lendo seu blog (q tá mt bom!). Nunca farei isso, já tinha ideia antes de saber q isto podia acontecer. Também sou uma medricas já q apenas a ideia do copo se mexer dá-me arrepios. XD

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. eu sou atéia e já brinquei do jogo do compasso, eu segurava o compasso sempre, tbm sou médium,mas não creio que deus exista muito menos satán.
    Faço meditação e assim me sinto bem.
    bjs
    Natasha

    ResponderExcluir
  8. eu tb ja brinquei e me assustei de verdade mais uma das minha amiga morreu!!
    todos os dias eu e 4 amigas ia jogar em uma casa abandonada depois das aulas,a jente começou o jogo por diverção mesmo mais nos nao sabiamos q ia dar nisso agora passo dia e noite pesquisando sobre o problema!
    uma amiga muito especial morreu
    e ATENÇÃO nao brinquem com coisa seria!!!

    ResponderExcluir
  9. Boas pessoal, ontem decidi jogar ao jogo do copo com os meus colegas, então fomos todos para a associaçao de estudantes jogar. Ao inicio não funcionou, mas também não tinhamos feito tudo certinho.
    Bom hoje tentamos novamente, mas com tudo certo, as 14 rezas 7 pais nossos e 7 avés marias, concentramo-nos e pussemos o dedo perto do copo e eu perguntei se estava alguém presente na sala. O copo não se moveu, perguntei várias vezes, e voltamos a fazer tudo novamente e eu até chamei o um familiar meu que já faleceu á alguns anos. Eu não queria fazê-lo mas decidi "chamá-lo". Bom o que é certo é que o copo não se moveu, até que começamos todas a "brincar" com a situação, a mexer o copo e a tentar fazer o jogo da caneta etc... Até que decidimos experimentar com uma moeda de 50 cêntimos, então pussemos em cima do tabuleiro com as letras, e fizemos novamente a reza e o ritual todo com as mãos dadas. Bom entretanto, onde estava a moeda? Na altura nem nos lembramos dela, não sei como, começamos a brincar novamente com o copo e a rir... Passado um bocado iamos tentar com a moeda novamente, e foi ai que perguntamos: "Onde está a moeda?!"
    Nenhuma de nós tinha mexido, como referi, nós depois daquela reza para fazer o jogo com a moeda, eu já nem me lembrava da moeda... Pois ai foi, procuramos por toda a parte, não encontrámos a moeda, o que é certo é que nenhuma de nós a tirou da mesa pois estavámos com as mãos dadas e também revistamo-nos umas ás outras. A moeda desapareceu! Procurámos pela sala da associação toda, até mesmo no mini frigorifico, e debaixo de tudo. Simplesmente não consigo perceber o que aconteceu á moeda e estamos apavoradas, pois nenhuma de nós sabe o que se sucedeu e temos medo do que possa a vir acontecer a seguir... So sei que não vou voltar a jogar a este jogo, nem a brincar nem a sério, sei que agora mesmo estava no quarto e sentia uma sensação estranhissima parecia que estava acompanhada por alguém, mesmo não estando.

    ResponderExcluir
  10. bestera ja fiz todos e nunca aconteceu nadica de nada

    ResponderExcluir
  11. Se voce não der a chance do obscuro mexer com voce, ele não mexerá... agora se der... foi bom te conhecer!

    ResponderExcluir
  12. eu vou jogar esse jogo pra veer se acontece alguma cooisa msm , eu acho q naão acontece nada :s

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos