Há 15 anos, o Brasil perdia o grupo Mamonas Assassinas



Há exatos 15 anos, o Brasil perdia uma de suas bandas mais carismáticas: os Mamonas Assassinas. O grupo, que chegou ao fim após um trágico acidente aéreo no dia 2 de março de 1996, conquistou o país com suas letras cômicas e apresentações irreverentes.

Durante a trajetória meteórica, com apenas um álbum lançado, em 1995, os músicos Dinho (vocal), Bento Hinoto (guitarra), Júlio Rasec (teclado), Samuel Reoli (baixo) e Sérgio Reoli (bateria) emplacaram quase todas as suas músicas nas paradas de sucessos, entre elas os hits "Pelados Em Santos", "Robocop Gay", "Sabão Crá-Crá" e "Vira-Vira".

Em homenagem aos 15 anos de morte de uma das bandas mais emblemáticas da década de 1990, a produtora Tatu Filmes lançará o documentário "Mamonas, Pra Sempre", que conta a trajetória do grupo desde os tempos em que tocava covers, ainda com o nome de "Utopia".

Concluído desde 2009, ano em que foi exibido na Mostra de Cinema de São Paulo e no Festival CineMúsica de Conservatória, o filme será lançado oficialmente no dia 27 de maio.

Além do documentário, os Mamonas Assassinas ganharão, também, um longa-metragem intitulado "Mamonas, De Muvi", ainda sem data de lançamento.

Fonte

 Assistam o trailer: ''Mamonas, Para Sempre''



Para sempre eternos

Bjuss

Katherine

0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos