Vampiros do Século XX





Tracy Wiggninton(1965-)
A Australiana Tracey entrou para a história por ter matado Edward Bladock de 45 anos para beber seu sangue.O assasinato - supostamente um ritual satânico - ocorreu na margem de um rio da cidade de Brisbane, e teve a participação de outras três mulheres. Mas foi ela a autora das 27 facadas que tiraram a vida de Baldock. No julgamento, Tracey admitiu ter cometido o crime para saciar sua sede sanguinolenta. O caso ocorreu em 1991, quando a vampira foi condenada á prisão perpétua. Tinha 25 anos.


John George Haigh(1909-1949)
A biografia desse inglês, o Vampiro de Londres, é tão assustadora que ganhou uma estátua de cera no Museu de Madame Tussauds, em Amsterdâ. A coisa começou na infância, quando ele multilava os próprios dedos para sorver o sangue. Aos 40 anos, foi condenado á forca pelo cruel assasinato de 9 pessoa. Ele cortava o pescoço das vítimas, bebia o sangue delas e derretia os corpos numa tina ácido. Na hora de sua execução, em 1949, gritou: ''Deus, salve meu filho da maldição do Drácula!''

Richard Trenton Chase(1950-1980)
Obceado pela ideia de que seu sangue estava envenenado, o americano passou a matar coelhos, câes e vacas para beber ''sangue limpo''. Logo passou também a tomar sanguinho humano. Foi ás ruas e matou 6 pessoas entre dezembro de 1977 e janeiro de 1978. Após esquarteja-las, bebia seu sangue e guardava partes dos corpos no conjelador para comer depois. Preso, foi condenado á morte na câmara de gás. Mas ele se matou antes, com uma overdose de antidepressivos.


Peter Kürten(1883-1931)
O vampiro de Düsseldolf (cidade leste alemão) era um serial killer que sentia enorme prazer quando o sangue jorrava do corpo da vítima, geralmente crianças. Ele as estuprava e esfaqueava até atingir orgasmo. Portador de uma patologia denominada hematomania, também costumava beber o sangue de suas vítimas. Depois de vários assasinatos, foi preso e condenado á morte por decapitação, aos 48 anos. Sua história aterrorizante inspirou o diretou Fritz Lang a fazer o filme M.

Peter Toma(1927-2003)
O membro mais recente entrou para a galeria em 2005. Foi quando se descobriu que o cadáver de Petre Toma, exumado no cemitério de Marotinul de Sus, zona rural da Romênia, havia sido degolado e tinha uma estaca no coração. A violação tinha sido feita pelos próprios familiares do morto. Eles alegaram que, desde sua morte, em dezembro de 2003, alguns parentes tinham adoeçido e que só por meio do macabro ritual seria possível salvar suas vidas. Os parentes ainda arrancaram o coração de Toma e o queimaram
Fonte:
Revista Mundo Estranho -Junho/2009 - Páginas: 24 e 25

Bjuss

Katherine

0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos