Cavaleiros do Apocalipse- Simbologia

Os quatros cavaleiros do apocalipse, são descritos pelo apóstolo João no livro bíblico de Apocalipse ou revelação, como é conhecido em algumas bíblias.
São representados por símbolos na narrativa, como por exemplo: A conquista, a guerra, a fome e a morte (Não necessáriamente nesta ordem).
O primeiro cavaleiro do apocalipse é libertados após ser aberto o primeiro no total de sete selos, e em cada selo aberto, um cavaleiro aparece, ou seja, nos quatro primeiros selos todos os quatro já estarão livres.

Sete selos (ou sinete) e o rolo – o selo era usado como sinal de autenticidade ou garantia a privacidade do documento levando uma marca. O número sete é considerado um número sagrado e representa inteireza e o rolo (ou livro) era usado como símbolo de decreto, pronunciação ou onde estão anotados o conjunto desses símbolos denotam que esse rolo contém uma pronunciação inteiramente autêntica de acordo com seu contexto bíblico.

  • O número 4, na simbologia numérica bíblica representa quadrangulação em simetria, universalidade ou totalidade simétrica. Ex: Quatro cantos da terra, quatro ventos. Isso significa que os quatro cavaleiros fazem parte de um único evento relacionado.
  • Em muitas culturas, o cavalo é visto como símbolo de  impetuosidade e impulsividade que consequentemente estão relacionados á desejos humanos, água e fogo, por serem incontroláveis. No contexto histórico principalmente nos campos de batalha o cavalo, era treinado muitas vezes para matar soldados com suas patas ou sua boca, portanto nessa narrativa esses cavalos e seus cavaleiros podem representar (e muitas interpretações os descrevem assim) uma cavalgada (campanha) com toques de guerra trazendo suas consequências por onde passam.
  • Seus apetrechos mostram característica a respeito do papel que desempenham ou a consequência de sua cavalgada.

As cores dos cavalos dizem muito dos respectivos cavaleiros como:
- Branco - Pureza, santidade, régio, ilusão;
- Vermelho - Sangue, assassinato, guerra;
- Marrom - Obscuridade, peste, maldição;
- Descorado (verde-água ou baio) - Corpo em decomposição, repulsa.
Seus apetrechos mostram característica a respeito do papel que desempenham ou a consequência de sua cavalgada:
- Arco e máscara - Símbolo da guerra, do poder da falsidade;
- Espada - Principal arma dos exércitos antigos, usada como símbolo de assassinato;
- Balança - No contexto denota desigualdade ou injustiça;
- Jarra - Traz a peste dentro.
Ordem em que são chamados revela uma sucessão progressiva, pois eles não são chamados ao mesmo tempo, levando muitos a associar essa visão com acontecimentos do início do século 20, chegando à conclusão que o final das "Setenta Semanas" seria 1914, o primeiro cavaleiro Jesus Cristo e os outros cavaleiros sinais de sua presença. (Mateus 24:3, 21)


Bom, por enquanto é isso. Em breve eu falarei um pouco mais sobre os Quatro Cavaleiros.

Comentem!!

Bjuss


Katherine

0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos