Top 5- As mulheres mais odiadas do rock

Top 5 /// As mulheres mais odiadas do rock


“Sexo, drogas e rock ‘n roll”. Ao analisarmos a frase que é lema de muitos dos principais gênios da música dos últimos tempos, podemos perceber que, neste caso, a ordem dos fatores pode alterar o produto. Para não perder o embalo das frases clichês, também ouvimos que “por trás de um grande homem, sempre há uma grande mulher”. O fato é que concordando ou não com as frases acima, existem mulheres que influenciaram, e muito, a vida de seus respectivos amantes.

As musas inspiradoras sempre estiveram presentes na história da arte, e na música não é diferente. As mulheres não somente inspiram como também influenciam diretamente muitas das músicas que ouvimos hoje. E muitas delas são odiadas por cais odiadas da história do rock:


5º lugar: Gwyneth Paltrow
Casada com: Chris Martin (Coldplay)

Ela é uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood. Sua carreira vai muito bem, obrigado, e segue um rumo completamente independente do marido.  Antes de Chris Martin, namorou Brad Pitt e Ben Affleck. Chris é líder de uma das bandas de maior sucesso da atualidade e além de escrever músicas para a amada, não perde a oportunidade de dizer como é sortudo por ter casado com ela a cada entrevista que dá. Têm dois filhos e são um ótimo exemplo de família feliz. Por que ela é tão odiada afinal?

Ela é perfeitinha demais. Se dá bem até mesmo em coisas que não deveria fazer, como cantar música country. Pequenas participações em seriados como Glee são sempre um sucesso. Não dá vexame, não bebe e os papparazzi não conseguem fotos comprometedoras dela. E ela tem um Oscar também. Ela é tudo aquilo que a grande maioria das pessoas quer ser ou gostaria de ter ao seu lado e sem dúvida alguma, existem poucas coisas tão irritantes quanto isso. Portanto, o 5º lugar pertence a ela, pelo menos enquanto não surgir nenhum escândalo envolvendo sexo, drogas ou rock ‘n roll.

4º lugar: Pattie Boyd

Casada com: George Harrison e Eric Clapton


Patty era apenas mais uma garota inglesa que tinha o sonho de se tornar atriz até o dia em que foi convidada para participar como figurante do filme A Hard Day’s Night, juntamente com outras centenas de garotas. Lá, ao cruzar com o jovem George Harrison ouviu dele as seguintes palavras, na primeira vez em que se viram: “Quer se casar comigo”? Em 1966 eles se casariam e ela serviria de inspiração nada menos que Something. Oito anos depois o casamento acabaria, em meio a ciúmes de Harrison com outros músicos, inclusive o amigo e guitarrista Eric Clapton.
Eric Clapton chegou a namorar a irmã de Pattie, Paula, e muitas vezes os quatro saíram juntos, principalmente durante o período em que Clapton e Harrison trabalharam juntos. Clapton lança o hit Layla e a relação com Paula acaba. Em 1979 Boyd e Clapton se casam. Durante o relacionamento, o músico ainda escreve para ela Wonderful TonightO casamento durou 10 anos e após isso Boyd vive de sua biografia (que compete em sucesso com a autobiografia de Eric Clapton) e de exposições de fotos suas do tempo em que viveu com os músicos.
O motivo de ser odiada? Bom, meu palpite é de que quando você se torna o grande amor da vida de dois dos principais músicos do século e serve de inspiração para algumas das mais famosas músicas da história do rock as pessoas tendem a te odiar mesmo. Gente invejosa.


3º lugar: Sharon Osbourne

Casada com: Ozzy Osbourne

Até então você era simplesmente uma pacata dona de casa que cuida dos filhos e do marido. Mas seu marido é um dos reis do heavy metal, conhecido mundialmente por comer pássaros vivos no palco e de repente resolvem fazer um reality show sobre a vida da sua família, com câmeras dentro de sua casa 24h por dia. Lá descobrem que entre várias frescuras, você tem inúmeros cachorros e que gasta boa parte da fortuna de seu marido com eles. E aí não importa se você é a principal responsável por levantar a carreira do seu marido criando inclusive, um festival de música com o nome dele.

Depois disso, você vira uma jurada antipática daqueles programas de talentos com jurados antipáticos. E por lá começa a falar muita besteira sobre um monte de coisas e briga com um monte de gente. E é assim que você se torna facilmente o nº 3 da nossa lista de mulheres mais odiadas do rock.

2º lugar: Courtney Love
Casada com: Kurt Cobain (Nirvana)

Courtney já foi eleita pela revisa Rolling Stone como a “mulher mais controversa da história do rock”. Embora isso ajude ela a fazer parte dessa lista, a fama de  que casa com o ídolo em busca da fama também colabora para que as pessoas não gostem muito dela. Mas Love também não se ajuda. Apesar de bons momentos como o ótimo trabalho como atriz no filme O Povo Contra Larry Flint, Courtney Love não consegue se desvincular de seu passado com Cobain. Se é culpa dela não se sabe, mas ela adora polemizar sobre o assunto.
Em sua recente apresentação no festival SWU aqui no Brasil, Love tentou puxar coro contra Dave Grohl, lider dos Foo Fighters e ex-colega de Cobain. Ela acusa Grohl  de roubar direitos autorais pertencentes a sua filha. Além disso, xingou um jovem da platéia que levantava uma grande foto de Cobain: “Tire essa merda daí. Não preciso ver fotos do Kurt. Vocês me fazem conviver com o fantasma dele o tempo todo”. Essa simpatia toda leva o nosso 2º lugar.

1º lugar: Yoko Ono
Casada com: John Lennon

Yoko Ono é a grande vencedora do nosso top 5 por motivos claros: para a grande maioria da opinião pública, ela é a principal responsável pelo fim da maior banda de todos os tempos. Sua intromissão nos trabalhos de estúdio dos Beatles sempre foi apontada como grande ponto de divergência entre a banda. Se existe uma mulher que soube exercer sua influência sobre um homem essa mulher foi Yoko Ono. John Lennon costumava chamá-la de “mãe” e na grande maioria das biografias e histórias contadas pelas pessoas envolvidas com os Beatles, Ono é sempre descrita como interesseira e manipuladora. O fato de ela ser pouco talentosa e suas intervenções artísticas fazerem muito pouco sentido para qualquer um além de John também não fizeram dela uma pessoa mais querida.

Portanto, por mais difícil que seja odiar alguém cuja principal mensagem sempre foi de PAZ e AMOR, nosso 1º lugar vai para Yoko Ono.

E você?  Concorda com a nossa lista ou acha que esquecemos de alguém? Tem coragem de defender alguma das mulheres acima? Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte

Obs: Uma coisa que o autor da postagem esqueceu e eu quero comentar é sobre mais um fato da Courtney ser odiada: Muitos fãs do Nirvana (eu faço parte disso também) acham que ela foi responsável de alguma forma pela morta de Kurt, talvez eu faça uns posts sobre isso. Acho que dessas mulheres citadas ela é a mais odiada atualmente.


Katherine

0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos